Meu amor de sempre




A vida passa, e a cada passar de outonos e primaveras passamos juntos. Podendo dizer agora que somos maduras. Começamos a ser observada pelos outros e assim por diante. Chegamos aos 15, o que nos faz pensar que estamos na melhor fase da vida. Engano nosso. Nem tudo são flores, muito menos jardins cuidados. Essa tal fase é onde começa a aparecer nossos problemas, ilusões, amores correspondidos e até os não-correspondido. Começamos a sentir na pele o que é sofrer em diversas formas; o que é amar alguém de verdade. Sentir como se estivesse com as famosas borboletas no estômago. Logo estamos apaixonadas, o que não dura por muito tempo, mas há lá suas exeções. Amar não significa simplesmente achar alguém bonito, dizer que gosta e ponto final. Amar vai além de tudo isso. É algo delicado e ao mesmo tempo profundo; é amar a si mesmo antes de tudo e desejar o outro. Perceber que você precisa viver a sua vida antes de tentar viver a vida de alguém. É ser feliz consigo mesma independente da aparência, ou o que for que seja. Eu nunca estive pronta para tomar iniciativas, mas eu estava ali. Não sabia o que poderia acontecer, cada segundo era mais um dos vários mistérios a ser desvendado, e felismente você não está entre eles, pelo contrário, você foi a melhor fase da minha vida, a que desejo que nunca se acabe. Mas não se iluda. Não vou fazer todas as suas vontades, apenas as que eu precisar. Vou continuar ligando para você quando quiser ouvir a sua voz e sentindo saudade quando estiver distante. As pessoas se perdem cada vez mais rápido e as palavras sempre fogem ao tentar explicar algo que sinto ou que acho que sinto. Dói lembrar de alguém e não poder esquecer, amar e não poder tocar muito menos ver. Você estava ali perdido em algum lugar, mas eu não conseguia te enxergar, estava escuro. Já passou das dez e ainda não te encontrei. Preciso te ter ao meu lado, aliás, é a primeira vez em que estamos tão bem depois de muito tempo. Já disse o suficiente para você entender que eu mudei. Cresci e amadureci. De todas as coisas que já aconteceu, de todas as palavras ditas e esquecidas no tempo, tenha certeza que apenas um pode decidir uma vida: Te amo.


Por; Vivian Donatelli.

7 Pessoas confessaram Amor Verdadeiro:

Arianne Carla disse...

Muito fofo o seu blog, parabéns.

Juliane Bastos disse...

Baita realidade. Sempre temos que passar por tudo isso, pra saber o que é viver mesmo. :)

Gostei muito daqui *-*

Estou seguindo ;)

Igor Mascarenhas disse...

Há um paradoxo em falar de amor, de amadurecimento devido ao fato de ser tão simples e complicado as vezes.
Mas o que importa no final das contas e você saber ouvir você mesmo e fazer as escolhas que te deixarão mais confortável para ser feliz.

Laura M. disse...

é mesmo, nem tudo são flores . Lindo blog, to seguindo

Marcos Almeida disse...

Belo texto afinal amar é aceitar e também entender e não apenas ser aceito e ser compreendido.

Abraços

Jaquellinee disse...

Adorei o post, o amor é um sentimnto simples, mas vive-lo é um pouco complicado. Bjs

Lys Fernanda disse...

Adorei post, intenso e muito lindo! *-*
O amor é a perfeita junção de duas almas...

Postar um comentário