O tempo não para.




Trajetória


Em uma esquina dessas da vida, deparei-me
Com a lembrança, o fato e o porvir sentados
Em um banco da praça dos acontecimentos.

A lembrança com seu saudosismo, 
Dizia que se fosse o presente, viveria de outra forma,
Viveria sabiamente todas as oportunidades
Que lhe bateram à porta.

Viveria aquele grande amor que escorreu por
Entre os dedos do coração
Por se submeter
Às ordens adversas e interesses de outrem.

O fato, pensativo, dizia não conseguir
Desvencilhar de certos alvitres e correr
Para o abraço do futuro, admite ainda sofrer
Por aquele amor que lhe causou feridas
Por aquelas oportunidades que foram desperdiçadas.

O porvir, vendo a forte ligação entre o passado
E o presente interveio;
O que passou... Passou; nada se altera,
Não se pode sentir no presente algo já vivido, não é
Inteligente bitolar-se em um passado.
Faça desse passado um livro, e vez ou outra folheie
As páginas mais interessantes que te fizeram
Crescer.
Não permita que certos traumas te impeçam
De viver...

Não permita que coisas passadas interfiram
No seu dia, 
Viva intensamente a sua presença a cada manhã
E também não se iluda com futuro
Não deposite todos os seus sonhos em longo prazo
Faça com que seus sonhos sejam diários
Não espere previsão à longa distancia.
A vida tem seu curso
E é urgente a necessidade de ser feliz, e o tempo minha gente?
O tempo não para.


10 Pessoas confessaram Amor Verdadeiro:

Jaynne Santos disse...

Não mesmo.
Se caso ele não fosse tão autoritário eu poderia até fazer um acordo com ele.
Bem, seria assim: Ele continuaria com as mesmas quantidades de horas por dia, mas elas pareceriam mais demoradas quando estiverssemos em um momento de felicidade e passaria rapidinho em momentos de dor, angústia e sofrimento. Mas, como eu já disse, o tempo é tão autoritário.
A minha única dúvida é se da forma que você escreveu é considerado poema. Mas a idéia da escrita é ótima.

Grande beijo.

Gabriela Alves disse...

Nossa, você escreve muitíssimo bem! Eu amei esse texto, as palavras e a mensagem que passou. Lindo. Parabéns *-*

Pamela Dal'Alva? disse...

é o tempo nao para.. ha nem parace que vc tem 17 anos. ^^ adorei seu poema.. e agradeço sua vistinha . ^^

anycrue disse...

a menina, pra mim o tempo parou ... to na mesma tem 3 anos

Italo Stauffenberg disse...

seria ou não seria bom se o tempo parasse quando quisessémos? te desejo sorte no BLQ. e sucesso, muito sucesso! o blog é lindo!

Leesh. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leesh. disse...

Suspeita como sou, o tempo é o meu pensamento favorito. Se o tempo não para eu não sei mas, eu não paro pelo tempo. Complicado,não é ?
besos,
http://cleanaiir.blogspot.com

Stella Valim disse...

Ah! que lindo *-* Cara, seus textos são muito lindos, merece fazer sucesso.
http://plush-love.blogspot.com/
template fofo agora (me fala lá o que você achou? se prefere fofo ou teen? rs)>< blog novo, assuntos novos :)

Giovanna Lundgren disse...

Ta lindo o texto vc escreve muito bem :)

Bell Souza disse...

MAIS UMA BAIANA PARA A EQUIPE. SÓ AGORA QUE VI!

Postar um comentário